Fibromialgia

As pessoas com fibromialgia muitas vezes experimentam dor muscular, sensibilidade em pontos específicos (chamados pontos sensíveis), fadiga, distúrbios do sono e dificuldades cognitivas, como problemas de memória e concentração.

O que é Fibromialgia?

A síndrome da fibromialgia, é uma síndrome clínica que se manifesta com dor no corpo todo, principalmente na musculatura. Junto com a dor, a fibromialgia também causa os sintomas de fadiga (cansaço), sono não reparador (a pessoa acorda cansada) e outros sintomas como alterações de memória e atenção, ansiedade, depressão e alterações intestinais. Uma característica da pessoa com fibromialgia, é a grande sensibilidade ao toque e à compressão da musculatura pelo examinador ou por outras pessoas.

De cada 10 pacientes com fibromialgia, 7 a 9 são mulheres. Não se sabe a razão porque isto acontece. Não parece haver uma relação com hormônios, pois a fibromialgia afeta as mulheres tanto antes quanto depois da menopausa. Talvez os critérios utilizados hoje no diagnóstico da fibromialgia tendem a incluir mais mulheres.  A idade de aparecimento da fibromialgia é geralmente entre os 30 e 60 anos. Porém, existem casos em pessoas mais velhas e também em crianças e adolescentes.

O diagnóstico é clínico, ou seja, não é necessário exames para indicar que ela está presente. Se o médico fizer uma boa avaliação, é possível fazer o diagnóstico na primeira consulta, dando o resultado até mesmo de outros problemas.

A síndrome da fibromialgia, é uma síndrome clínica que se manifesta com dor no corpo todo, principalmente na musculatura. Junto com a dor, a fibromialgia também causa os sintomas de fadiga (cansaço), sono não reparador (a pessoa acorda cansada) e outros sintomas como alterações de memória e atenção, ansiedade, depressão e alterações intestinais. Uma característica da pessoa com fibromialgia, é a grande sensibilidade ao toque e à compressão da musculatura pelo examinador ou por outras pessoas.

De cada 10 pacientes com fibromialgia, 7 a 9 são mulheres. Não se sabe a razão porque isto acontece. Não parece haver uma relação com hormônios, pois a fibromialgia afeta as mulheres tanto antes quanto depois da menopausa. Talvez os critérios utilizados hoje no diagnóstico da fibromialgia tendem a incluir mais mulheres. A idade de aparecimento da fibromialgia é geralmente entre os 30 e 60 anos. Porém, existem casos em pessoas mais velhas e também em crianças e adolescentes.

O diagnóstico é clínico, ou seja, não é necessário exames para indicar que ela está presente. Se o médico fizer uma boa avaliação, é possível fazer o diagnóstico na primeira consulta, dando o resultado até mesmo de outros problemas.

Sintomas

O sintoma mais importante é a dor pelo corpo. Geralmente, o paciente tem dificuldade em definir quando começaram aquelas dores, se foi de maneira localizada e se generalizou, ou se começou pelo corpo todo. Normalmente o paciente pode sentir mais dor ao fim do dia, mas pode haver também pela manhã. A dor é sentida nos “ossos” ou na “carne”, ou ao redor das articulações. 

Existe uma maior sensibilidade ao toque, sendo assim, alguns pacientes não gostam de ser agarrados ou abraçados. Não há inchaço na fibromialgia, pois não há inflamação nas articulações. 

A sensação de inchaço ocorre pela contração muscular, causada pela dor.

O sintoma mais importante é a dor pelo corpo. Geralmente, o paciente tem dificuldade em definir quando começaram aquelas dores, se foi de maneira localizada e se generalizou, ou se começou pelo corpo todo. Normalmente o paciente pode sentir mais dor ao fim do dia, mas pode haver também pela manhã. A dor é sentida nos “ossos” ou na “carne”, ou ao redor das articulações. 

Existe uma maior sensibilidade ao toque, sendo assim, alguns pacientes não gostam de ser agarrados ou abraçados. Não há inchaço na fibromialgia, pois não há inflamação nas articulações. 

A sensação de inchaço ocorre pela contração muscular, causada pela dor.

O que causa a Fibromialgia?

A Fibromialgia não tem suas causas totalmente esclarecidas, o que sabemos é que o paciente possui maior sensibilidade á dor, e isso tem relação ao centro de dor no sistema nervoso. Desta forma,  nervos, medula e cérebro, fazem que qualquer estímulo doloroso seja mais intenso.

Principais pontos de dor

  • Cervical;

  • Tórax;

  • Abdome;

  • Dorso;

  • Lombar;

  • Mandíbula D – Mandíbula E;

  • Ombro D – Ombro E;

  • Braço D – Braço E;

  • Antebraço D – Antebraço E;

  • Quadril D – Quadril E;

  • Coxa D – Coxa E;

  • Perna D – Perna E.

  • Cervical;

  • Tórax;

  • Abdome;

  • Dorso;

  • Lombar;

  • Mandíbula D – Mandíbula E;

  • Ombro D – Ombro E;

  • Braço D – Braço E;

  • Antebraço D – Antebraço E;

  • Quadril D – Quadril E;

  • Coxa D – Coxa E;

  • Perna D – Perna E.